top of page

PT DE IPANGUAÇU TROCA THALES POR REMO

Por Silvino Júnior, graduando em jornalismo (UERN), Assistente de Planejamento da Produção (SENAI) e Editor Colaborador do Observatório da Várzea.

Com a possibilidade de uma eleição suplementar, o PT de Ipanguaçu trocou Thales Marinho (PSDB) por Remo Fonseca (PP), que é visto pela legenda como competitivo e atualmente principal figura da oposição na cidade.

Remo disputou as eleições de 2020 para Prefeito de Ipanguaçu e foi derrotado por uma diferença de 84 votos contra o atual mandatário, Valderedo Bertoldo (PL). Na época, o PT de Ipanguaçu tentou emplacar os nomes da ex-secretária de educação do município, Jeane Dantas; da ex-primeira dama, Cristina Oliveira; e do ex-prefeito, Geraldo Paulino, para a disputa à prefeitura. Sem sucesso, o partido enfrentou um racha interno entre apoiar Remo ou Thales Marinho (PSDB), que terminou em 3º lugar. Por maioria, o diretório municipal acabou optando por Thales (PSDB) e indicou o nome de Cristina Oliveira (PT) para compor a chapa como vice.

Nesta terça-feira (19), Remo (PP) esteve na sede da governadoria ao lado de integrantes do PT e de outros membros da oposição. Ele foi eleito vereador em 2012 pelo PT e anunciou em suas redes sociais que vai apoiar a tentativa de reeleição da governadora Fátima Bezerra (PT). A aproximação com o Partido dos Trabalhadores já vinha se desenhando desde janeiro, quando ele esteve acompanhando a visita do Senador Jean Paul no açude de Pataxó.

Chamou atenção que Thales Marinho (PSDB) não apareceu na foto e não teria sido convidado para a reunião na governadoria, o que sinaliza uma tentativa de isolamento político e preferência da ala petista local pelo nome de Remo para liderar o grupo de oposição.

136 visualizações