top of page

ELISÂNGELA VENCE A TIRANIA DA POLÍTICA MACHISTA

Por José Guimarães, Licenciado em Filosofia pela Faculdade Vicentina (Curitiba), especialista em Pesquisa Acadêmica e Científica na Prática Docente, pela Faculdade Bagozzi (Curitiba) e Editor Chefe do Observatório da Várzea.

Na noite desta segunda-feira, em sessão para eleição da nova Diretoria para os biênios 2023 e 2024 da Câmara Municipal do Assú, a vereadora Elisângela Albano conseguiu um feito histórico, se tornar a primeira mulher a presidir o poder legislativo municipal.

Acompanhamos esse processo de perto e testemunhamos a trajetória da vereadora que, à revelia da direção do seu partido (PL) decidiu ser candidata para representar a bancada feminina e enfrentar os desafios que o cargo naturalmente lhe imporia.

Acontece que, no geral, a política é um ambiente machista e, em Assú, extrapola o limite do "aceitável". Foram muitas as tentativas de fazer Elisângela desistir, desde as pressões do partido até as correntes de ilações à respeito do seu comportamento com seus correligionários.

No entanto, em seu discurso, ao agradecer aos diversos apoadores, inclusive de oposição, a vereadora não citou o deputado George Soares (seu líder de partido) nem Gustavo Soares, prefeito e correligionário.

Hoje, portanto, Elisângela sai vitoriosa e, com ela, as mulheres que, independentemente de posição política, marcam sua presença na política assuense, deixando para trás o machismo fisiológico e, muitas vezes, imposto por oligarquias que comandam o cenário.

À vereadora, parabéns pela coragem e disposição em lutar por seus objetivos. Como varzeana, esperamos que sua posição ajude a trazer um olhar para nossas comunidades.

Estamos observando...

275 visualizações
Comentários (9)
Avaliado com -0 de 5 estrelas.
0.0 | -1 avaliação

Adicionar avaliação
Convidado:
21 de ago.

Sedução de dinheiro e poder que nem mesmo Falsielle resistiu. Assim que o marido perdeu o emprego fantasma de George e Gustavo não cedeu as pressões dela, pulou fora. O que explica ela de volta ao prato que cuspiu, se abraçando com bolsonaristas de carteirinha? Aliás, o que fez na prática Falsielle em defesa da mulher de Assu? A Delegacia da Mulher foi obra conjunta de Gustavo e Fátima, essa não vale citar.

0

Convidado:
30 de jul.
Avaliado com 3 de 5 estrelas.

Como toda área da indústria no RN ,não há fiscalização.

2

Convidado:
07 de jun.

Depois d 10 anos por quê? ah, porque Ivan Jr. tinha acabado. Até com o título de São João mais antigo do mundo ele tinha acabado.

1

Convidado:
06 de jun.

Derretimento tá sofrendo seu prefeito, com essa gestão desastrosa.

0

Convidado:
19 de mai.

Que coisa, não? Rsrsr

1

Convidado:
04 de mai.

Arrasou 👏🏼

1

Convidado:
04 de mai.
Avaliado com 5 de 5 estrelas.

Amei incrível demais!!

1

Convidado:
04 de mai.
Avaliado com 5 de 5 estrelas.

Arrasou!!!

0

Convidado:
10 de mar.
Avaliado com 5 de 5 estrelas.

Top

1
bottom of page